Notícias

O que comer para evitar a azia na gravidez?

O que comer para evitar a azia na gravidez?

Para evitar a azia na gravidez, deve-se fazer refeições pequenas e frequentes, e sem o acompanhamento de bebidas, para acelerar o esvaziamento do estômago e impedir a dor e a queimação.

É comum aparecer azia na gravidez devido ao aumento do hormônio progesterona, que causa relaxamento da musculatura do corpo para permitir o crescimento do útero, mas que acaba também relaxando a válvula muscular do estômago responsável por impedir que a mistura de alimento e suco gástrico retorno para o esôfago. Assim, como o estômago já não consegue ficar completamente fechado, a azia aparece, especialmente após o consumo de uma grande quantidade de alimentos.

1. Pequenas refeições
Fazer pequenas refeições é importante para evitar que o estômago fique muito cheio, facilitando o retorno dos alimentos e do suco gástrico para o esôfago. Essa medida é ainda mais importante no final da gravidez, quando o tamanho do feto aumenta bastante e aperta todos os órgãos do abdômen, deixando pouco espaço para o estômago suportar grandes volumes nas refeições.

2. Evitar beber líquidos nas refeições
Beber líquidos durante as refeições deixa o estômago mais cheio e distendido, dificultando o fechamento do esfíncter esofágico, que é o músculo responsável por evitar o retorno do ácido gástrico para a garganta.

Assim, deve-se preferir ingerir líquidos 30 minutos antes ou após as refeições, para que não ocorra um grande acúmulo no estômago.

3. Evitar cafeína e alimentos condimentados
A cafeína estimula a movimentação gástrica, favorecendo a liberação de suco gástrico e a movimentação do estômago, o que pode desencadear a sensação de queimação da azia, especialmente quando estômago está previamente vazio. Assim, deve-se evitar alimentos ricos em cafeína, como café, refrigerantes de cola, chá mate, chá verde e chá preto.

Já os alimentos muito condimentados, como pimenta, mostarda e temperos em cubos, podem causar irritação e inflamação no estômago, piorando os sintomas da azia.

4. Evitar comer 2h antes de dormir
Evitar comer pelo menos 2h antes de dormir garante que a digestão da última refeição já tenha terminado quando chegar a hora de deitar. Essa medida é importante porque na posição deitada existe uma maior facilidade de o alimento retornar em direção ao esôfago, causando a azia.

Além disso, é importante sentar-se ereta após as refeições, para que a barriga crescida não pressione o estômago, forçando a comida em direção ao esôfago.

5. Consumir iogurte natural, vegetais e grãos integral
Consumir iogurte natural 1x/dia, vegetais nas refeições principais, frutas e grãos integrais, como arroz e macarrão integral, são medidas que facilitam a digestão e melhoram a flora intestinal. Com alimentos leves e de fácil digestão, o trânsito intestinal é mais rápido e as chances de sentir azia são reduzidas.

Se a azia e sensação de queimação continuarem a aparecer mesmo com a adequação da alimentação e aumento do consumo de frutas, vegetais e grãos integrais, é recomendado ir ao médico para fazer uma avaliação e possivelmente utilizar a medicação adequada.

 

-

Fonte: Tua Saúde

Copyrights © 2018: Clínica Dr. Renato Nisenbaum - Todos os direitos reservados
site desenvolvido pela Vioti Comunicação